Californianas: fazendo em casa.

Hoje resolvi esclarecer alguns pontos sobre as famosas e faladas “californianas” e também ensinar a fazer em casa.

Existe uma diferencinha entre o Ombré Hair, Californianas e as mechas tradicionais. O ‘Ombré’ vem do francês ‘sombreado’, ou seja, o Ombré causa um efeito degradê e começa a ser sombreado a partir da orelha, deixando a raíz natural. É menos agressivo, pois não usamos o descolorante, não causa aquela destruição que devasta o cabelo inteiro. As mechas são feitas a partir da raíz e seguem em um determinado tamanho, seja fino ou largo, claro ou escuro, colorido ou apenas descolorido. E as californianas eu vou falar mais sobre.

As famosinhas vêm da Califórnia mesmo, daqueles cabelos maravilhosos de surfistas maravilhosos, aí a tendência chegou no Brasil, e combinou pelas praias e o clima bem tropical daqui. A diferença das californianas pro Ombré Hair e as mechas, é que a californiana começa a partir do meio do cabelo, na maioria das vezes. Popularmente falando, é descolorir as pontas do cabelo. Existem várias cores: mel, loiro gema, loiro claríssimo, platinado, e existem cores mais ‘exóticas’, como o rosa pastel.

 

californianas CALIFORNIANAS2

 

 

Eu acho que a pessoa deve usar o que tá afim, se tem a pele escura e quer usar um loiro-periguete-da-novela-das-9, pode usar à vontade. Mas se você é dessas que se preocupam em estar de acordo com o que é, eu pesquisei na internet algumas cores para alguns tons de pele.

Se você é negra, eu recomendo a usar um tom acobreado, um pouco mais claro que a cor natural do seu cabelo. Fica jóia. Se você é morena (mulata), um loiro escuro fica bem, ou um mel. Mas se você é bem branquinha (e sortuda pra caralho por isso), todas as cores caem super bem! Até aquele loiro quase branco. Na minha opinião, eu acho o loiro da água oxigenada bem cafona porque fica uma cor de burro quando foge, de verdade. Acho melhor descolorir, sendo lá qual tom for a sua pele, e depois pintar com uma cor mais escura, ou que corresponda com a cor da sua pele. Se você é branquelona, como eu disse ali, vai só o descolorante. Seja lá qual tom de pele for, eu acho muito bonito uma tinta fantasia, aquelas cores que são bem exóticas tipo azul sereia, rosa pastel, etc. Se você se interessou por essas tintas, eu fiz um post sobre como pintar, você encontra ele AQUI.

O ruim da californiana, é que agride o cabelo. E muito. No início você vai confundir o seu cabelo com a vassoura da mamãe, e vai ter que hidratar bas-tan-te, pois o descolorante bota pra fudê MESMO. Lembro que na minha fase Pe Lanza de ser, eu coloquei um descolorante inteiro na cabeça e “tigrei” o cabelo. Fui chamada de ‘espiga de milho’ e ‘cabelo ruim’ por meses, até ele começar a ficar direitinho. Bom, mas se você quer fazer, faça. Só hidrata bastante depois, pelamôr.

Se você fazer em um salão, beleza, muito bem. Você estará lidando com profissionais, que farão tudo direitinho, te indicarão produtos ótimos, onde o preço vai dar uma leve facada no coração de vocês. Californiana em salão tem um preço bem salgadinho e dói profundamente na alma. Se você (como eu) curte fazer essas coisas em casa e gastando pouco (ai, amo isso <3), eu pesquisei e achei um tuto bem fácil de como fazer as californianas em casa mesmo! Depende da sua paciência, de como o seu cabelo ficará ‘preparado’, depende de tudo. Se você tratar o cabelo bem e fazer com amor, ele sai bonito. Se fazer na moda ‘miguelão’, vai sair cagado e você vai sofrer como eu sofri.

Bueno, você vai precisar de:

*um pente que deixe o seu cabelo lisinho, sem nó algum;

*papel alumínio;

*água oxigenada volume 20 (custa uns R$ 2, no máááximo uns R$ 3 e você acha em farmácias/mercados);

*pó descolorante (também custa uns R$ 3 no máximo e você acha em farmácias. Opte por algum que tenha camomila na composição, ele não agride taaanto assim). Tudo depende do loiro que você quer que chegue. Quanto mais descolorante + água, mais loiro.

*luvas ou sacolas, pois a água oxigenada deixa a mão manchada de branco e é um saco tirar, fora que a mão fica ardendo pra caramba. Experiência própria.

*espelho;

*prendedor de cabelo e um pincel. O pincel é opcional! Acho que só isso.

▬ Depois de escovar bonitinho o cabelo, prende ele, fazendo um rabo de cavalo que não fique apertado e nem tão frouxo. Depois de amarrar, você vai jogar o cabelo pra frente, todo ele. Dá mais uma escovadinha nos fios.

▬ Depois de misturar a água + descolorante, coloca na mão aos poucos e vai passando aonde quer passar. Se quer descolorir do meio pra baixo, vai passando do meio pra baixo. Se quer só descolorir as pontas, passa só nas pontas. Pelo amor de Jeová, não caga o cabelo. Se você for usar um pincel, melhor. O pincel facilita bastante a aplicação.

▬ Depois de passar tudo, coloca um papel alumínio e enrola ele bem. Isso ajuda a descolorir mais rápido e a fazer menos sujeira. E pra esperar eu acho que tudo depende do tom que você quer que fique. Quanto mais tempo, mais loiro. É bom ir tirando o papel e vendo no espelho como tá ficando. Se chegou ao tom esperado, prontinho.

▬ Depois disso, enxagua a cabeleira e passa um shampoo e condicionador. Se o mesmo for de tratamento, melhor. O Novex de cravo/canela é uma maravilha, dicona.

Prontinho! Agora é só ver se ficou bonitão.

Salvação: se ficou escuro, cagado e tudo mais, compra outro descolorante + água e passa de novo. Ou se você não tratou o cabelo com tanto amor, corre pro salão e pede socorro. Se você souber fazer com calma vai ficar demóis! 😀

Anúncios