Soro fisiológico e pele aveludada? Sim!

sorofisiologico

 

OIIIII MININAISH, TURUBOM? FOLTEI! Tinha esquecido a senha do e-mail do blog, hehe. QUER DIZER, o Hotmail atualizou para Outlook faz um tempinho e o esquema de verificar conta acabou “invalidando” o e-mail do blog. Pra verificar ele eu tinha que verificar um outro, que também precisava de verificação e eu não usava mais o tal número pra verificar. Foi que essa semana fiz uns paranauê nele, como quem não queria nada com nada e deu cerrrrrrrrto. Tô muito feliz por estar de volta!

 

Quando voltei com o blog vi quais foram os posts mais visualizados e o post sobre as espinhas rendeu MUITA, MUITA, MUITA visualização, 67 mil fucking visualizações. Nunca imaginei ter esse tanto de view aqui. ALGUNS POSTS FORAM DELETADOS, já aviso, não é bug do blog, apaguei por não conseguir mais simpatizar com a minha escrita de 5 anos atrás. Posts bem genéricos por sinal, sei que ajudaram muita gente mas resolvi apagar pois quero postar coisas aqui que sejam mais diferentes, quero trazer muita coisa diferente e legal pra vocês todos. Não prometo escrever aqui sempre e a todo o vapor mas tentarei estar aqui uma vez ou outra trazendo alguma coisa, ou duas, ou três. Só não prometo. Mas tentarei. Mas não prometo. Mas tent

 

Como o tal post das espinhas/nebacetin ajudou hiper (e obrigada pelo feedback, fico feliz que tenha ajudado!) eu vim trazer uma coisinha que também se relaciona ao rosto. E essa coisinha custa no máximo 5 golpes, tu vai achar em qualquer farmácia e vai ajudar muito esse rostinho lindo aí.

 

O soro fisiológico é uma solução isotônica (possui a mesma concentração de moléculas) em relação aos líquidos do nosso corpo e possui um pH de 6.0. Ele é usado pra muita, muita coisa: limpeza de lentes de contato, usado para a irrigação nasal (faz parte do meu tratamendo da sinusite quando ataca (e feio) e limpa muito a inflamação), limpeza de ferimentos (tanto em humanos quanto em animais e é ótimo), limpeza de piercing, nebulização, usado também pra amolecer rímel endurecido, pra consertar aquela sombra que quebrou no potinho, já percebeu que é pra bastante coisa, né? Mas nem todo mundo sabe que ele é também usado muito na hidratação da pele (e DEVE ser usado, pois a água que lavamos o rosto às vezes tem muito cloro e acaba irritando/machucando a pele) então vou dizer como vocês podem fazer essa hidratação.

01  // ÁGUA TERMAL:

A água termal é usada pra dar uma acalmada na pele mas é bem cara e mãni que é gudi nóis num have, né. O soro fisiológico entra na história como um bom quebra-galho, ele não dá o meeeeesmo efeito da água mas ele é muito, muito bom e hidrata/acalma de verdade. Nos dias de pele bem irritada é só borrifar o soro ou aplicar suavemente com um algodão, detalhe, o soro deve estar SEMPRE gelado, deixem ele sempre na geladeira assim que ele for aberto. Ele vai fechar os poros, refrescar e dar uma acalmada bem boa no rosto. Deixem secar naturalmente.

 

02  // PRIMER:

Se a água termal pode ser usada no lugar do primer, o soro também pode ser usado. Como eu disse antes, o soro deve estar sempre gelado pra funcionar bem, belê? É só aplicar ele bem geladinho no rosto, deixar secar naturalmente e aplicar a maquiagem. Juro pra vocês que segura bem a maquiagem, pois ele fecha os poros. Não fica aquela sensação de azeite no rosto, pelo menos eu, quando uso base e corretivo (sem usar o soro) fico com a sensação de que minha cara tá pesada e vai derreter. Odeio. Quando aplico o soro eu percebo que segura mais e eu fico com a sensação de que o rosto tá mais leve, fresquinho.

 

03  // HIDRATANTE:

Antes de dormir é sempre bom dar uma passadinha e ele até ajuda como demaquilante, embora não retire por completo a maquiagem. O ideal é passar o demaquilante e depois ele, vocês vão ver que mesmo passando o demaquilante vai sair uma e outra sujeirinha no algodão do soro. Ele também é muito bom quando usamos pela manhã, quando acordamos. É só lavar o rosto normalmente (com apenas água ou sabonete junto) e depois finalizar passando algodão embebido com o soro no rosto. O rosto fica com um aspecto bem aveludado e refrescante. ❤

 

04  // OLHEIRAS // INCHAÇO // CANSAÇO // VERMELHIDÃO:

Essa é pra nóis, as cansadona, exausta da vida. Atifinhem quem também pode ajudarrrrrr? Hehe. Pra quem teve dia de sono ruim ou acordou com a pele bem vermelha, inchada e zuada (principalmente na região dos olhos) é só fazer uma compressa de soro fisiológico na área e deixar agir por 20 minutinhos. Lembrando: deixem SEMPRE secar ao natural.

 

05  // PELE OLEOSA:

Pra problemas de pele oleosa é só misturar uma colher de sopa (cheia) de amido de milho (maisena, tá?) e 2 colheres de sopa de soro gelado. Mistura até ficar homogêneo, aplica na pele por 15/20 minutos e depois enxagua. Fazia essa máscara quando tinha o rosto bem oleoso e adiantou muito, meu rosto mudou bastante.

 

DICAS-MONSTRO: 

*FRISANDO BEM FRISADINHO: soro sempre o que??? Gelado!

**Evitem usar no rosto mais de duas vezes ao dia pois pode dar o famigerado efeito rebote, quando o nosso organismo entende que precisa produzir mais oleosidade pro rosto;

**Não tem como fazer o soro fisiológico em casa não, tá? O tubo de 500 ml custa uns 5 reais na farmácia e rende muito!

***O uso do soro fisiológico não é invenção de internet, não. Pra quem tem medo de usar, ele é recomendado por cirurgiões plásticos, dermatologistas e em alguns rótulos de soro vem até dica de hidratação;

****Deixem sempre secar naturalmente, não sequem com a toalha se não não vai dar certo.

 

Espero que tenham gostado e se eu esqueci de alguma outra dica de hidratação eu edito. Obrigada por estarem aqui!

 

 

 

 

Meu piercing no septo.

Há um tempo atrás bateu a linda e louca vontade de eu botar um piercing no meu septo nasal. Pra falar a verdade foi em 2009, por aí. Meu irmão mais velho na época era cheio dos piercings maneiros e sempre me apoiou a botar, but a) meu pai O DI A VA piercings e qualquer outro tipo de “mutilação”, segundo ele e b) eu tinha apenas 15 anos e ia ser embaçado demais     botar. Tive que ficar no meu cantinho e chorar baixinho até poder colocar. O tempo passou e como eu sabia que não ia poder colocar tão cedo, parei de pensar sobre. A vontade voltou com total força quando comecei a trabalhar (sem pedir demissão no primeiro dia rs) em março pois já tinha 20 anos e o meu próprio dinheiro. Acabei botando no dia 22 de junho e como eu ainda vejo gente com muita dúvida (como eu tinha antes de colocar), vou dizer sobre a minha experiência. Não tô dando uma de profissional, não tô dizendo que vai acontecer com todo mundo, vou dizer o que aconteceu comigo.

O fuzuê que mais causa dúvida é sobre a dor. Não tem como dizer de um modo geral, pois cada um tem um tipo de reação, de septo, fino, grosso, isso tudo. Antes de tudo eu peço pra que tu saiba onde está botando, que conheça o lugar. Não vai em tal lugar só porque é bem mais barato, conheça o lugar, pesquise  avaliações de pessoas na internet, é fundamental. Tem gente que cobra barato mas pode não esterelizar os instrumentos, pode botar torto, todas essas coisas. Por isso: pesquisa sobre o lugar. Se alguém que botou lá te indicou, melhor. Tem muita gente que se dá mal e se fode. Enfim, eu demorei pra botar mesmo trabalhando pois eu também estava toda canhota em relação à dor pois eu só lia e ouvia que “noss meu, dói pra caralho, é a morte” e o que eu posso dizer é que comigo doeu mas é uma dorzinha suportável. Quando o cara estava marcando o meu nariz e botou aquela pinça, eu simplesmente apertei a minha perna com as mãos. “Vai doer, pourra. Vô morrê. Carolina, pensa em ursinhos fofos correndo num jardim. Não-foca-na-porra-da-agulha” era SÓ o que eu pensava na hora pois eu realmente sou muito cagona pra essas coisas de piercing e dor no rosto. A dor é bem parecida com uma espinha sendo espremida na região do buço (bigode pros leigo) ou aquela espinha no nariz mesmo. Sabe quando tu vai espremer ela e dá aquela dor agonizante que te faz saltar de um pé só? Foi a dor que eu senti, mas a dor não dura sei lá, uma música do Pink Floyd. A minha durou uns 5 segundos, no máximo. Só senti enquanto a agulha entrava, enquanto dava um estralinho dela furando a região. Não é uma dor que te faz desmaiar, mas é uma agonia. Meu nariz sangrou bastante, mas logo passou (também né amiga, olha essa nareba made in Itália). Meu irmão mais novo colocou no mesmo estúdio uma semana depois e ganhou anestesia, não sentiu nada. Quando tu for botar, pergunta se tem anestesia caso esteja com tanto medo assim. Uma coisa é certa que vai acontecer caso tu ponha, vai escorrer lágrima por causa da veinha que a agulha vai furar e tu vai fechar os olhos porque vai te dar uma vontadezinha de espirrar. Enfim, foi isso, doeu mas é uma dor suportável, não desmaiei ou gritei. A dor é mais forte pra quem já furou, fechou e fura de novo. A duração é bem rápida, em menos de 10 minutos o piercing já está prontinho! 🙂 eu ainda não consigo colocar ele pra dentro e não recomendo que tu tente colocar nos primeiros dias ou semanas pois é bem dolorido e quanto menos mexer na região melhor é.

image

image

image

image

(a primeira e a segunda foto tirei quando cheguei em casa, dá pra perceber a carinha de choro, hihi. As últimas tirei no dia seguinte e ainda estava com a cara zuada)

Quanto paguei: 40 reais. Existem estúdios que cobram na base das 100 dilmas, mas minha amiga (que botou junto comigo) me indicou esse estúdio, e o cara é amigo dela. O cara era bem sério, me fez algumas perguntas e furou.  Inclusive, se algum leitor meu mora perto de mim e quer botar, eu indico o estúdio.

Os cuidados: pra mim foi bem chatinho cuidar e ainda é. Os cuidados vão de profissional pra profissional, tem quem mande colocar spray anti-séptico, soro, sabonete, etc. Eu uso protex quando acordo, quando tá de tardezinha e quando vou dormir. Faço uma espuma com o sabonete (sabonete que inclusive deve ser apenas para o piercing), coloco na região e lavo enquanto movimento a jóia pra poder limpar ela toda. Depois faço a compressa de salmoura que é água fervida com um pouco de sal. Deixo em temperatura ambiente e coloco algodões no septo por 20 minutos. Pode fazer quantas vezes quiser, pois a salmoura diminui o desconforto. No dia do furo só senti uma irritação por causa do furo, é normal. Bateu aquele desespero no banho de “puta que pariu, e se eu girar demais a jóia e cagar tudo? E se eu machucar?” pois euzinha aqui sou a loka das nóia tudo. Dois dias depois ele ficou muito irritado, normal também. Nosso corpo acaba reagindo quando percebe alguma coisa estranha que não pertence à ele, então coçava muito, a sensação era de que eu estava ranhenta mas passou depois de uns três dias. Outra coisa normal é a casquinha na região e o pus. Tem que tirar bem na hora de limpar. Outro medo de quem quer colocar é a queloide, a bolinha que cria pela falta de higiene, por rejeição do corpo ou por batida. É fundamental que tu não bata nele e que não mexa com a mão suja. A realidade é que tu vai bater sem querer. Bati várias vezes colocando roupa e realmente chorei, corri no espelho e nada de queloide. Um mês depois bateram no meu nariz, uma batida fraquissima comparando com a dor de bater a gola da blusa nele mas foi o suficiente pra dar queloide na hora. Surtei, me desesperei. Até hoje estou com ela e se eu chegar muito perto de alguém a bolinha é bem visível mas a pessoa que botou ele em mim me indicou diprogenta, uma pomada feita para a queloide e inflamações em piercing. O triste é que precisa de receita, dependendo o lugar. Tem farmácia que vende, tem farmácia que não. Pensei em tirar ele mas também pensei em todo o desejo que eu tive de colocar since a fase emuxa rolezinho todas as quintas no shopping e finalmente estou com meu amorzinho, então estou tratando e isso vai até outubro. Outro cuidado essencial é a alimentação e o stress. Chocolate, fruto do mar e carne de porco em excesso retarda a cicatrização e demora mais e é ótimo comer ou tomar algo que tenha vitamina C, como laranja, vergamota (é mexerica ai onde cês moram?), brócolis, limão. O meu vai cicatrizar completamente em setembro, é bem demorado e como deu queloide no meu cortei o chocolate por enquanto. Enfim, meus cuidados são esses. Não dá a loka e faz tudo o que der na telha, é fundamental, fun da men tal ter o acompanhamento do profissional que colocou pra não dar nada errado. 😉

É isso, gente. Quem ainda tem medo e quer botar eu digo que se tu realmente quer colocar, coloca. Tem a dorzinha mas o resultado fica muito bonitinho, é chatinho cuidar por ser um lugar úmido e com bastante fungo mas quando tu realmente quer, vale a pena. 🙂 acho que escrevi tudo aqui mas se tiverem qualquer dúvida o meu ask está aqui. Espero ter tirado as dúvidas de vocês com a minha experiência. ❤ 🙂

Allie X.

Oular, flowers! Gostaria de dizer que o brogui voutouuu. A falta de posts nos últimos tempos foi por vários motivos válidos, mesmo. Eu estava trabalhando muito, planejando algumas coisas e sem inspiração alguma pra isso aqui. Não deletei porque sabia que voltaria e a hora chegou. Perdi o meu emprego (maldita crise, Creide!), agora estou fazendo vários nadas porque tudo o que planejei envolvia dinheiro (e porque eu sou otária e planejo), e mãni que é gudi eu num have mais. Tô esperando a Luz Divina cair sobre mim porque tá foda, mores.

Como comeback do brogui vou falar da queridinha dos internautas góticos-suave, e a queridinha se chama Alexandra Ashley Hughes, mais conhecida como Allie X.
Cantora e pianista nascida em 1986, Allie iniciou sua carreira em 2006 mas só ganhou mesmo o coração das pessoas em 2014, quando lançou Catch e foi citada por nada mais nada menos que Katy Perry, que publicou a música no Twitter, dizendo ser a sua nova obsessão. Desde então, Allie começou a ser mais descoberta, lançou mais músicas e está ganhando cada vez mais espaço na música atual.
Canadense e maravilhosa, Allie produz melodias synth pop e com um ar new wave, caótico e teatral com letras impactantes, amargas e auto-destrutivas que envolvem medicina e psicologia. Os “vídeos” divulgando suas faixas se resumem em imagens dela girando na maioria das vezes, com uma estética psycho. Segundo a própria, suas músicas eletrônicas com letras obscuras e amargas são uma mensagem para nós lidarmos com o nosso lado obscuro e ruim, porque sempre há algo de bom nisso tudo. No Tumblr ela costuma postar gifs próprios e fotos com bastante efeito não mostrando muito seu rosto, há um tempo atrás ela deixava muita dúvida sobre sua identidade.

Não existe um estilo definido para Allie X, já que ela varia muito nas roupas. Apesar da estética goth ela também gosta de usar bastante cor. Nos palcos e nas ruas ela é muito fã de vestidos pretos e blusinhas com gola Peter Pan mas também usa pele, sobreposições, saia evasê e plissada, cardigans, sweater HQ Inspired, cropped, meia-calça do branco ao colorido de bolinhas e roupas candy color. Allie também usa muito sapato pesado, dando preferência ao preto com plataformas e meia, na maioria das vezes. Alguns looks bem esportistas também fazem parte do estilo dela.

image

image

A sua marca registrada é o cabelo, dividido ao meio, escuro e grande, dando um ar Vandinha. Outras duas coisas que ela não deixa de usar são a maquiagem pesada (ela está sempre de batom vermelho fechado, puxado pro rosa ou cor uva) e o óculos, em forma geométrica na maioria das vezes. Raramente ela está com a boca apagada.

image

E pra se inspirar na Alliezinha, tadã!

image

Bom gente, eu nunca mais fiz posts assim e tô achando meio bosta, mas até eu acostumar vou ter essa impressão, e por eu estar editando pelo celular. Espero que tenham gostado do post!
Pra quem quiser acompanhar ela, olhem o Instagram dela AQUI 😉

The Family Jewels

Eu acho que essa é a resenha mais difícil que fiz em toda a vida do blog, porque esse CD da Marina tá ó: difícil de se entender. Primeiro, que eu vou escrever o que eu entendi e o que cada música me passa porque realmente as letras, os significados e tal dependem de cada pessoa que ouve. Cada pessoa interpreta de um jeito, então vou interpretar do meu.

Este é o debut da Marina, e antes do Electra Heart ser lançado, o estilo musical dela era bem diferente. Um estilo bem Fiona Apple, sabe?

O álbum inicia com a música Are You Satisfied?, que começa e acaba num tom sarcástico e provocante, sobre a sociedade querer mandar na vida alheia.

Cause it’s my problem
If I want to pack up and run away
It’s my business if I feel
The need to smoke and drink and sway
It’s my problem, it’s my problem
If I feel the need to hide
And it’s my problem if I have no friends and feel I want to die
A segunda faixa, Shampain! Essa é a minha predileta do álbum. Ela tem um tom bem angelical e tem as melhores batidas do álbum, e na verdade o nome da música é um trocadilho de Champagne e Sham + pain, vergonha e dor. Fim de um relacionamento, vontade de morrer, o amor pelo perigo.
Tears and pain
But I feel celestial
A próxima é uma outra música muito boa, I Am Not A Robot. A Marina envolve no TFJ inteiro o romantismo e a insatisfação da vida que leva, então o que mais muda é a batida de cada música. Não só no TFJ, mas no Electra Heart também. A diferença é que no segundo álbum, as coisas estão bem melhores e a Marina adquire várias personalidades ao mesmo tempo. Mas voltando ao significado da música (que também é provocativa), Marina se refere a perfeição em um relacionamento. Não somos perfeitos. Não somos robôs.

It’s okay to say you’ve got a weak spot
You don’t always have to be on top
Better to be hated than love, love, loved for what you’re not.
Girls começa com aquela risadinha da Marina, que eu amo de paixãum (♥♥). Essa música é bem a cara dela, e de quem também detesta aquele bla bla bla fútil das pessoas. É uma crítica perfeita, irônica e muito provocativa ao comportamento de algumas garotas que só pensam na beleza, em coisas realmente fúteis. E o Marinão é aquela garota rebelde da vida que tá pouco se: fodendo.

Look like a girl but I think like a guy
Not ladylike to behave like a slime
Easy to be sleazy when you’ve got a filthy mind
All they say is “na na na na na”!
Mowgli’s Road é uma das mais chatinhas, é bem irritante. A única coisa que eu sei, é que se refere ao Mowgli (menino-lobo) da Disney. Mas acho que cada um vai interpretar do jeito que quer o trecho que eu coloquei aqui embaixo.
You say Y-E-S to everything
Will that guarantee you a win?
Do you think you will be good enough
To love others and to be loved?
Obsessions é a minha segunda música predileta, é a mais gostosa de ouvir. A letra também se parece muito comigo porque nasci com o dom de ser a pessoa mais problemática do mundo quando o assunto é: relacionamento. Enfim, a música fala disto mesmo, é sobre ser uma pessoa problemática e se envolver com pessoas assim. É aquele relacionamento bem conturbado.
Can’t let your cold heart be free
When you act like you’ve got an ocd
We’ve got obsessions
I want to erase every nasty thought
That bugs me every day of every week
We’ve got obsessions
You never told me what it was that made you strong
And what it was that made you weak
O videoclipe é tão fofinho. ♥
Hollywood. A música retrata as garotas que possuem o eterno sonho americano. Popularidade, fama, riqueza, o glamour. E assim como elas, a Marina também se infectou.
“Oh my God, you look just like Shakira
No, no, you’re Catherine Zeta”
Actually, my name’s Marina.
Outra música-suicídio (não por ser triste, é porque a música é chata mesmo), Hermit The Frog. A batida é chata e o modo dela cantar também é. Mas a letra é tri! Tri legal! Hahaha. Ao meu ver, retrata aquela garota esquecida da sala de aula, apaixonada por uma pessoa um pouco parecida com ela. Os dois são as ‘aberrações sociais’, mas Marina tem um lado mais demoníaco, mais maligno.
They say you used to be so kind
I never knew you had such a dirty mind
Well, I went to the doctors believing
The devil had control over me
I was finding it hard to breath and
Finding it hard to fight the feeling
Oh No! é um pouco odiada por muita gente, mas eu gosto dela. É aquela típica garota que não quer saber de ninguém. Só do sucesso, e dela mesma. Não precisa de amigos, não precisa de um namorado. Só precisa de uma carreira, do sucesso. Mas ao mesmo tempo, ela diz que não quer isso. Ela só quer fazer uma mudança, mas se não tiver cuidado, o que ela tem pode tomá-la.

Cause I feel like I’m the worst,
So I always act like I’m the best
If you are not very careful
Your possessions will possess you
TV taught me how to feel
E a última música, Guilty. Pra mim, é a mais pessoal do álbum. Parece que a Marina não tinha uma relação boa com o pai dela, ela até morou um tempo com ele quando mais nova, mas não tinha jeito.
I was just a kid
That you could not forgive
Because it’s harder
I was just a kid
And all I really wanted was my father
Ouçam o disco inteiro aqui embaixo! 🙂

The beauty queen in tears

bw-lorde

Ella Yelich-O’Connor, mais conhecida como Lorde, é uma cantora e compositora indie-pop de apenaish 16 aninhos que tá bombando por aí atualmente, principalmente depois da música Royals, que virou febre e ganhou todos os remixes do universo. Lorde também é dona de uma língua bem afiada, é daquelas “se tiver que falar, eu falo”. Digamos que ela é a Azealia Banks dozindie. Mas gosto muito de artista assim. Claro, artista que tem argumento decente, não um tipo de crítica só pra chamar atenção. Acho que rola meio que um julga-julga com alguns artistas. Se nós criticamos algum, não rola tanto barraco assim. Se um artista critica (decentemente) outro artista, ele é hater, ele odeia, ele quer chamar atenção. Por isso que ela já ganhou uma quantidade grande de hater, por causa disso. Por gente que óbvio, não separa opiniões de trabalho. Enfim… Ela ganhou até um apelido meigo, de cara-de-mosquito-molhado. Mas Lorde é gente como a gente, é feia e marafilhosa ao mesmo tempo! E por isso gosto bastante dela. ♥

O estilo dela é bem “hoje eu acordei com vontade de vestir o que eu tô afim”. Pra mim, ela não tem um estilo firme, ela vive mudando. 

page4

De camisa, jeans e tênis, ela pula pra um boho chic, barroco ou gótico. Nos palcos ela gosta mais de vestidos de renda, ou calça jeans e moletom. page1 O delineado gatinho é marca registrada dela. Lorde curte uma boca nude, ou com batom vermelho e vinho, puxado pro uva e marrom. page3

lorde4

Essa vaca tem um cabelo tão MEU, que dá vontade de xingar ela, e muito. Gente, o cabelo dessa guria é tipo: muito-lindo. Morro de amores por cabelos assim, e a Lorde sem esse cabelo não seria a Lorde que é. Porque sério, esse cabelo reina. E você aí, que tem um cabelo desses e quer porque quer alisar: você ganhou o meu ódio no coração, por toda a vida. ❤

Fiquem com o maior sucesso, Royals.

Tennis Court

(minha predileta ❤ ❤ ❤ <3)

THE LOVE CLUB – EP

E o álbum “Pure Heroine” já está disponível também. Vale a pena ter baixado aí no computador! 🙂

Obrigado pelas fotos, Lorde BR!

Fazendo o próprio esmalte

Sabe, desde criança e bochechuda eu sempre quis ter uma linha própria, seja de roupas, esmaltes, batons, alguma coisa que eu goste. Achei que fosse muito difícil criar algumas dessas coisas, mas não é. Mesmo. E foi depois do DIY de criar o próprio esmalte, que eu tive a certeza disso. E você aí que guarda o troquinho do cacetinho de cada dia pra no fim de semana comprar aquele esmalte que você tanto namorou na vitrinezinha da farmácia: cabô os pobrema, fia! Agora dá pra criar seu próprio esmalte lindo de bonito, e quando te perguntarem: “onde cê comprou esse esmalte?”, você responde: “eu que criei, queridí!”, depois bate o cabelo e vai embora poderosíssima como a espada de um samurai.

fac3a7a-voce-seu-esmalte

Eu não lembro o que eu tava pesquisando, mas eu acabei parando nessa imagem. Achei muito interessante porque além de barato, é fácil. Gosto muito dessas coisas de renovar e transformar as coisas que não usamos mais, mas eu ainda não experimentei fazer isso. Cabô minhas sombras, fiquei com o mal da vaca louca e joguei fora, tô pensando em algo mais criativo pra criar um esmalte, só meu.

Você só vai precisar de uma base (aquela de R$ 2), aquela sombra que você nunca mais usou ou a que a sua mãe jogou no fundo da gaveta, um funil de papel e um palito de dente. Caso a cor fique fraca, coloca mais sombra. Tá bem fácil a explicação ali na imagem, então aponta pra tudo isso e rema. Mostrem seus resultados! ❤

Jeitinho Solange de ser.

Solange Knowles é a típica pessoa que não quer morrer fazendo só uma coisa. Ela é atriz, cantora, DJ, modelo, mãe e dona de um estilo só dela, totalmente impecável. Mesmo sendo mais nova que a irmã Beyoncé, o estilo da Solange apita muito mais. Me diz, como não cair de paixão por ela? ♥♥♥<3♥

large (8)

 

Já teve cabelinho grande e todo trançadinho, já foi careca e hoje é dona de um black power. Power, mesmo. De dar inveja em qualquer uma, principalmente em mim. Ah! Como eu amo black power. Eu acho que não teria paciência pra cuidar, por isso não ficaria legal em mim. Se com um cabelo liso e fino pra caralho eu já choro quando escovo, i-ma-gine com um black. Mas cara, mulher que tem black power merece ser aplaudida de pé. AMO cabelo bem volumoso! Amo, amo, amo! Pra deixar o meu volumoso eu no mínimo tenho que ficar 2 dias sem lavar o cabelo, porque nem na puta que pariu eu gasto R$ 100 pra deixar volume no cabelo. Coloco cuspe nele, mas gastar isso NUONCA. Mas enquanto isso não acontece, eu invejo todos os cabelos volumosos do mundo.

Quando o assunto é sobre moda, Solange faz bonito. E bonito de verdade. Ela é uma das pouquíssimas que sabem misturar várias estampas e estilos, e que fica certo. Acho que nunca vi a Solange errar em alguma roupa, porque é tudo tão delicado, impecável, tão…Solange.

so7Super inspirada na África (♥♥♥), ela usa e abusa de roupas étnicas (♥♥♥♥). Também adora conjuntinhos, top cropped, hot pants (até de abrigo, coisa que poucas conseguem ficar bonitas com isso), saia midi e muito amarelo.

so1 so2

Turbantes, roupas fechadinhas em cima mas mostrando azpernoca. MUITA cor! Ela também adora clutches, com estilos bem chamativos.  Gente, eu não consigo focar no post porque eu fico namorando esse cabelo! HAHAHAHA, ai, sério.

so3

Ela não curte maquiagem muito pesada, usa mais um nude na boca ou então batom vermelho, coral, vinho ou tons rosados. Os olhos são sempre com delineado gatinho, cílios postiços, rímel e nada mais. É sempre discreta, focando a atenção inteira mais pra roupa. Mas como linda é linda, a gente presta atenção até no cabelo do nariz.

so4

AINDA BEM que esse cabelo trançado não existe mais, e espero que esse black fique pelo resto da vida dela. Por favor, de nada.

so5 so6

 

E ela tem o dom magnífico de valorizar a cor dela com essas roupas, porque sempre caem muito, mas muito bem. Solange pra presidenta, agora. Solange bless! ♥

Meu vídeo predileto, “Losing You”. Retrô, africano e líndio!

O canal do YouTube é solangeknowlesmusic.